3 de janeiro de 2011

Tati e Bruno

Às vezes, fico com receio de que seja chato falar individualmente ao coletivo. Explico, penso muito em como, talvez, não faça o menor sentido falar tão unicamente sobre uma noiva, sendo que o blog se dirige a todas as noivas. Mas, além de ser mais forte que eu, ao falar, posso demonstrar todo o meu amor pelas noivitas, pelo que eu faço, pelo que eu vivo. E isso é coletivo. Outro ponto é que fui unicamente escolhida por essa noivita, mesmo com um leque tão amplo de bons cerimoniais que temos no mercado, e que o mínimo que posso fazer em agradecimento é mostrar o quanto ela também se encontra em meu coração de um jeito absolutamente singular.Nem todas as noivas vêm para o blog. Especialmente, em função do difícil acesso às fotos. Mas, todas estão na memória e no coração... Sempre... Para sempre!

A Tati é uma emoção por si só, tipo só por existir emociona, sabe? A educação e a meiguice sempre presentes nesse 1 ano de convivência me fazem pensar COMO ELA PODE SER ASSIM 100% DO TEMPO??? Tati é. É uma daquelas pessoas que fazem bem à alma e, justamente por isso, ela se torna essa emoção por si só - provavelmente, herança de D. Idemar, sua mummy mais gostosa do mundo, tão doce quanto Tati e apaixonada por um cafezinho preto, rs!

Tati fechou meu 2009 assinando o contrato com a Fabricar e fechou meu 2010 com um casamento lindo, elegante, decoração com minhas cores favoritas, um bouquet maravilhoso, num espaço super aconchegante, com um buffet que adoro, enfim... tudo dlííícia d+!!!!! Sentirei falta de Tati em 2011. Por isso, deixo a dívida pública, aqui no bloguito, de que ela TEM que aparecer em 2011. Especialmente em dezembro, para, mais uma vez, colorir meu Natal!

Continuando no assunto emoção, Tati, infelizmente, não pôde entrar com seu pai, que já se foi. Mas, felizmente, encontrou no Sr. Tarcísio, pai do Bruno, o carinho paterno e o adotou como um segundo pai, do coração. Uma das coisas mais lindas que presenciei. Integração total das 2 famílias. O pai do noivo conduzindo a noiva. Com a mesma honra, o mesmo carinho, o mesmo prazer e o mesmo orgulho de um pai biológico. Um "I do" completo. Fecho o post com meu "I do", também, para que Deus me abençoe sempre, sempre, sempre com casais como vocês, Tati e Bruno.





























2 comentários:

Tati Espindola disse...

Re,

você é demais. Obrigadíssima pelo carinho... dizendo melhor, você escreveu uma homenagem para nós. E pode deixar que estarei sim em 2011. Ou acha que não vou te visitar? hehehe...

Beijos,
Tati

PS.: tem mais fotos no e-mail: com você e as meninas que te ajudam a fabricar sonhos. Beijos

Goldmember disse...

Rejane,

Para mim o casamento foi perfeito!!! E isto só foi possível porque estávamos a todos os momentos auxiliados pelos melhores profissionais de BH.

Você e a sua equipe são formidáveis!

Muito obrigado por tudo,

Bruno

P.S.: Escolhi muito bem a esposa, hein?