20 de novembro de 2017

Flávia e Luciano

Flávia me ligou, por insistência da amiga (obg, Cel - Celina - amo, não é à toa). O casamento estava relativamente perto e era meu único sábado livre de outubro. No meu entusiasmo legítimo, sempre q o assunto é trabalho, fiquei eufórica logo q ela disse a data. Falei q só podia ser sinal q nos unia, tipo destino nos aproximando. Sem achar menor graça no q eu dizia, educada, porém secamente, ela pronunciou qq coisa, tipo um ahã, finalizou o pedido de orçamento e, ainda na insistência da amiga, resolveu marcar uma visita ao nosso escritório.

Ela chegou com o Luciano. Eram mais sérios q a maioria dos meus noivos. Detalhistas, eita, aí falou minha língua, cada dia amo mais os detalhistas e eu precisava me prender a isso p coisa firmar ali, ainda estava tudo meio frio. Não demonstravam muito se estavam gostando da proposta. A reunião se estendia e eu ainda sem saber q fim teria. Lutava, por A+B, ferrenha, fervorosa, dando td de mim p garantir e fazê-los acreditar q, sim, eu tinha competência de abraçar aquele casamento. Sim, eu faria de tudo pela causa deles, como se fosse a minha, sim, eu era (ou tentava ser) de verdade td q a Cel tinha dito. Sei lá, mas foi um tempão nisso. Soube q eles já tinham outro cerimonial em vista, prestes a assinar o contrato. E, não fosse a Cel, eis q eu não teria  a Flavinha com o Luciano p chamar de MEUS. Ah, como amo essas minhas noivas, fazendo de mim o q sou... Resumo desnecessário do desfecho, eis q, ufa, muito suor depois, eles acreditaram e tb só esse início foi mais complexo. O andamento q se deu dali em diante foi uma deliciosa história de afinidade, carinho, certeza, confiança, cumplicidade. A moça meio brava e seca se tornava grande no meu coração e ganhou novos adjetivos - querida, doce, gentil, próxima, especial. O noivo quietinho da reunião era um super noivo, ativo, presente, engajado, meu noivo-nerd favorito. Eita, sintonia inesperada! Eita, reserva boa q a vida me trouxe! 

Tempo vai no seu  decorrer e o sentimento só crescia. Não sabia se era coisa minha, unilateral, mas eu desconfiava q não. Até q ganhei a afirmativa mais linda da vida, q me fez transbordar de alegria. A certeza da escolha assertiva, dita tão claramente, embora as entrelinhas já dissessem.Verbalizar trouxe aquela felicidade plena, do tipo q traz vontade de sair saltitando sem rumo, numa alegria meio infantil, muito genuína e pura... Obrigada por me arrancarem sentimentos tão profundos! Obg pela oportunidade d'eu me apresentar e, em especial, obrigada por acreditarem e permitirem q eu chamasse de NOSSO casamento. Sim, esse casamento foi NOSSO e foi lindo! Amei cada instante.

Fotos: Fernando Trancoso






14 de novembro de 2017

Lorena e Marcos

Quando a gente tem certeza de que nunca vai se esquecer do sorriso do casal. Queridos e especiais!!!! 


Lorena e Marcos from Vinicius Machado on Vimeo.

6 de novembro de 2017

Évelin e Adriano

Eles são lindos e chegaram p ficar, como um presente de vida. No dia q os conheci, eram apenas o noivo bonito, alto e forte, bem no melhor estilo príncipe e a princesa mais incrível do mundo, loira, alta, com um par de olhos alucinantes, unhas extasiantes e um sonho que eu queria muito chamar de meu tb. Naquele momento, a simpatia me chamou atenção, mas a vitrine do casal de comercial ou filme da Disney me levou a uma dimensão que não sei explicar. Bem conto de fadas! Eu queria muito viver aquela magia.

Eles me permitiram e eis q o tempo passou. Ela se fez presente, mais do q imaginei e amei inexplicavelmente. A moça linda era doce e generosa. A noiva tão bonita q se entregava à causa casamento, custasse o q fosse. Assumiu um trabalho intenso, cheio de detalhes, histórias q preenchem um livro de muitas páginas e sonhos q se realizaram, numa construção de qse 2 anos. Sem medir esforços! Minha noiva q acompanhou minhas postagens e aguardou o dia da sua. Aquela q encabeçava grupos nas redes, q abraçava nossa causa junto à dela, se considerasse merecido. A princesa q confiou em mim e, justo por isso, transformou os dias da minha família (aqui, só ela entenderá), trazendo oportunidade de trabalho, aprendizado e muita, MUITA gratidão para td o sempre. Eu amo pela generosidade, pela confiança, por me permitir estar ali. Eu amo pq ela me trouxe dias felizes. Eu amo pq ela se joga completamente. Eu amo pq ganhei de presente p sempre e não tem como não amar.

Ah, e o príncipe! Q chegou adiantado na igreja, com olheiras profundas, já q os dias pré casório foram punk, bem puxados. Mas, ele tb é como ela. Se entrega total! Alimenta sua diva em cada desejo, mima como ninguém, age como um eterno apaixonado, faz nossos olhos brilharem e acreditarem na materialidade do amor dos livros - sim, pode ser de vdd, eu vi! 

Se eu tenho um pedido? Q estejam na minha vida para sempre! Obrigada do fundo do coração. Obrigada com força. Obrigada até morrer.

Fotos: Lucas Nishimoto
Decor perfeita: Rogério Paulino

















22 de outubro de 2017

Lorena e Marcos

Ela veio e ficou. Quantas vezes, tenho tido o privilégio de dizer isso. Feliz e agradecida, sempre q acontece.Sempre q uma noiva me permite executar um dos ou O meu melhor papel - Fabricar! Incrível, como sobrevivo basicamente de indicações de noivas. Claro q vez ou outra, alguém do meio tb indica. Mas, escolher um lado implica em carregar um ônus, mts vezes árduo. Assim, na real, minha sobrevivência se dá aos meus amados noivos, o lado q escolhi como missão.

Lo veio com seu monte de anos de namoro - uma dezena! E uma força típica dos vinte e poucos. Faz diferença casar aos vinte e poucos ou aos vinte e tantos/trinta e poucos. Os vinte e poucos têm uma energia muito própria, q contamina, q move, q amo! A Lo carrega e tem a cara exata dos vinte e poucos. Uma coisa meio sem medo ou, se tiver medo, bora c ele mesmo. Força q me inspira e renova, me dá um fôlego gigantesco, um desejo, uma acelerada, um prazer extra de Fabricar. Os vinte e poucos escolhem a sexta-feira 13 p casar e abraça a causa, usa como ponto marcante, sem bobagens teóricas q mais parecem lixo ou conversa p boi dormir. Os vinte e poucos arrasam super!

A Lo é o retrato do q me vejo em alguns pontos e acho incrível como as afinidades q encontro em cada noivita me atraem. Ela é intensa e rápida. Sente e vive forte o frio na barriga qd ele aparece. Ela é fofa e sonhadora. Ela construiu esse casório com seus próprios dedos e fez crescer o projeto num tamanho q não imaginei.Ficou tudo lindo e inesquecível. Arrancou sorrisos e brilho nos olhos, dela , do Marcos, da família, dos amigos, meus e de quem esteve junto. Ela abrilhantou meu outubro, mês q tanto amei (estou amando) nesse 2017. Ela me acompanhou nas redes e dividiu seu tempo, sua confiança, seu zelo. Ela foi preciosa, trouxe gotas a mais de inspiração e, qd percebi, já estava caída de amores por essa minha doce-menina-princesa.

Ela viveu horas de alegria rara e ouvi de duas pessoas da minha equipe q era a noiva q transbordou a maior felicidade já vista. A felicidade dela era a minha, a nossa. "Um dia feliz, às vezes é muito raro!", diz a canção. Sim, nesta intensidade é muuuito raro. A vida me trouxe mais esse presente! Obrigada por seu sim, minha Lo do coração!!!! Seu sim, foi a oportunidade ao amor! Vivemos amor ao seu lado e teve bom!!!!

Fotos: Lizandro Júnior