20 de dezembro de 2020

Suélen e Felipe

💕 

A Suélen apareceu em plena pandemia. O casamento tbm seria em plena pandemia. Do jeito que autoridades determinassem, mas seria. Sem teor de confronto, apenas no tempo que ela escolheu pra sua felicidade. “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”, já dizia a canção.

💕 

Suélen e Felipe foram um respiro de ar puro. Um dia feliz, daqueles muito raros, como já dizia outra canção. Aconteceu celebração, emoção, comemoração. Sem culpa e sem pedidos de desculpas tão comuns, atualmente, cada vez que a gente tenta ser, simplesmente, normal. Um dia de sorrisos, música boa, papo colocado em dia, uma bolha que emanava beleza e, inacreditavelmente, emanava paz. Mesmo com abraços reduzidos, a energia era de um grande abraço coletivo. Ganhei mais um casal especial para chamar de meu. Ganhei renovação de alegria e acreditei novamente no possível que parece impossível ou no impossível que parece possível. Sei lá se me entendem. Não sei expressar com clareza. Num mundo turvo, instantes de clareza seriam lucidez ou plena embriaguez?

💕 

Sinto que perdi um tanto de romantismo nas palavras, sinto meu vocabulário bem precário. Queria caprichar mais, como presente e expressão real do que esse casal e esse casamento significou pra mim. Salvou um instante final de 2020, como comentou uma das madrinhas. Agradeço por serem luz nas nossas vidas. Agradeço pela leveza na condução de cada passo. Agradeço pela verdade entregue. Agradeço por permitirem a (re)união entre pessoas que se amam. Agradeço pela oportunidade de viver, num ano em que meramente existimos. Agradeço pela certeza concedida - VIVER É BEEEEM MELHOR QUE EXISTIR! Sejam felizes. Esse é o propósito. Estejam “vivos” sempre.

 💕

Fotos: Diego Filipe Fotógrafo

























Nenhum comentário: