16 de outubro de 2019

Marina e Rodrigo
💕
Vi a linguagem do amor se manifestando de um jeito bem particular na história vivida com Marina e Rodrigo. Interessante perceber como o afeto se manifesta além das palavras. Tantas histórias, tantas lições, tanto a assimilar e a compartilhar. 
💕
Foi maravilhoso sentir o cheiro do clássico absoluto, num mês predominantemente rústico. E ter a certeza do quanto eu amo casamento de tudo quanto é estilo. Rústico? Amo! Clássico? Amo! Diurno? Amo! Noturno? Amo! Cerimônia na igreja? Amo! Cerimônia no espaço de recepção? Amo! Quando a coisa sai organizada e tem planejamento, me encanta sempre. 
💕
O ineditismo da sensação me trouxe inspiração para o ineditismo do jeito de postar. Nada tão inédito assim, afinal tudo se transforma. Mas, um jeito inusitado dentro do meu modo de expor minhas palavrinhas. De repente, veio a vontade de usar palavras mais sábias e mais belas do que consigo produzir. Afinal, Marina e Rodrigo merecem o melhor vocabulário, a mais linda poesia! Estendo minha gratidão à Patrícia, mamãe que esteve sempre presente em nossa caminhada.
💕
Tomando emprestado Carlos Drummond de Andrade:

"Além da terra, além do céu
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastros dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!
vamos conjugar
o verbo fudamental essencial
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar
o verbo pluriamar,
razão de ser e viver."
💕
Fotos: Bitar e Paiva















































































































Nenhum comentário: